Tags

, , , ,

Esse é um texto bastante óbvio, mas pode ser útil para algumas pessoas, por isso resolvi escrever sobre esse assunto. Poupar é uma palavra que ouvimos quase todos os dias, mas quase sempre não a colocamos em prática. Alguns por escassez outros por relaxo, no geral poupamos pouco. Uma das perguntas que sempre nos aparece é quanto precisamos poupar? Por exemplo, se você pretende economizar para você ou seus filhos fazerem uma universidade no futuro quanto é que se deve economizar? Será que conseguimos levar em consideração todos os custos envolvidos como: taxas de matrícula, livros, transporte e outros custos inesperados? A resposta é provavelmente não. Então não precisamos economizar? Não, poupar é uma necessidade não é um luxo, exceto para aqueles que têm apenas o necessário para sua subsistência. Logo, mesmo que seja um problema contabilizar tudo, devemos considerar o máximo de coisas possíveis além de deixar uma reserva adicional para despesas inesperadas e para aquelas que possamos eventualmente esquecer. Logo, se você acha que está faltando algum valor a ser considerado adicione um pouco de poupança extra para cobrir essas diferenças.

Outro aspecto importante que temos que considerar é quanto tempo temos para poupar. Algumas compras precisam ser feitas dentro de um determinado tempo. Esse prazo pode ser imposto por nós, definido por uma empresa ou por uma situação. Seja qual for o caso, saber quanto tempo temos para adquirir um produto ou serviço é muito importante. Além disso, isso determinará o quão rápido você vai precisar do dinheiro. Depois de saber quanto tempo você tem para fazer a compra, divida a quantia de dinheiro que você vai precisar economizar pelas unidades de tempo que você tem. Vamos dizer que você tem um prazo de dois meses para aproveitar uma oportunidade de comprar um objeto por R$1.000,00. Nesse caso, rapidamente você identificará que é necessário economizar R$500,00 ao mês para comprar esse objeto. A conta é rápida, mas muitas vezes a prática não, por isso faça um fundo separado para suas economias.

Image

Um problema que muitas pessoas enfrentam refere-se ao dinheiro que deve ser poupado para uma compra, mas é gasto com outras coisas. Como isso acontece? Se você faz a separação apenas na mente do que deve ser poupado, esse recurso se perderá na sua conta bancária. Logo, o certo seria ter uma conta separada com este objetivo. Outra forma é fazer um controle por algum software de forma que você possa “virtualmente” economizar para um objetivo especifico sem separar o dinheiro por contas bancárias distintas. Essas sugestões são bem conhecidas e bastante óbvias, mas o meu objetivo ao escrever é ajudar aquelas pessoas que ainda não conseguiram colocar em prática alguns desses tópicos. Por fim, seja feliz!

Anúncios