Tags

, ,

Nesse segundo passo para se tornar um investidor iremos mostrar como devemos nos comportar financeiramente. Muitas pessoas já ouviram o ditado: “primeiro se paga para depois usar”. Essa é uma das principais regras de finanças pessoais. O pagamento deve ser preferencialmente à vista.  Muitos podem perguntar, mas pagar quanto? Quantas vezes? Isso não tem uma resposta padrão, caso você não consiga pagar à vista deve  parcelar o mínimo possível para que no futuro cada real que você guarde seja um investimento.  Lembre-se também de nunca comprar coisas que você não possa pagar. Isso pode ser muito arriscado para quem pretende ter independência financeira e se tornar um investidor.

 

Faça um grande investimento a cada dia. Não precisar ser em um banco, em ações ou outros ativos financeiros. Um bom investimento é algo que afeta não apenas as finanças, mas a qualidade de vida. Uma vez que você tem suas contas em dia você pode pensar em investimentos de longo prazo (ações e outros títulos financeiros), investimento de curto prazo (fundo de emergência) ou até mesmo um que proporcione um prazer imediato como ir ao cinema. Com o passar do tempo, ao cultivar esse hábito, você estará buscando oportunidades de investimento em todos os momentos. Isso é um bom sinal para quem pretende ser tornar um investidor.

Por fim, a lição de hoje é valorize o seu dinheiro, pois há um ditado que diz: “o dinheiro despreza aqueles que não o valoriza”. Logo, não compre nada que esteja fora do seu limite financeiro; não acumule prestações intermináveis; não pague a prazo o que pode ser pago à vista com desconto. Boa sorte e seja feliz!

Anúncios