Tags

, , ,

Atualmente, governança corporativa tem sido um tema bastante discutido. Para quem tem pouco contato com o tema, aqui vai uma definição do Instituto Brasileiro de Governança (IBGC) que define governança corporativa como:

Um sistema pelo qual as sociedades são dirigidas e monitoradas, envolvendo os acionistas e os cotistas, Conselho de Administração, Diretoria, Auditoria Independente e Conselho Fiscal. As boas práticas de governança corporativa têm a finalidade de aumentar o valor da sociedade, facilitar seu acesso ao capital e contribuir para a sua perenidade

Pode-se dizer que governança é um sistema pelo qual as sociedades são dirigidas e controladas buscando atender os interesses dos acionistas. Governança não deve ser confundida com gerência. A gestão de uma empresa está preocupada com o funcionamento das operações de negócios, já governança busca monitorar e controlar as decisões de gestão, de modo a garantir que a empresa alcance a sua finalidade e objetivos. A finalidade de governança corporativa, portanto, é monitorar as partes dentro de uma empresa que controlam os recursos pertencentes aos investidores. Sendo assim, seu objetivo primário é contribuir para a melhoria do desempenho da companhia e gerar maior responsabilidade na criação de valor para o acionista no longo prazo.

Os principais temas abordados pela governança corporativa são:

  • O papel e as responsabilidades do Conselho de Administração;
  • Composição e independência do Conselho;
  • Confiabilidade e transparência dos relatórios financeiros;
  • Qualidade dos trabalhos de auditoria externa;
  • Proteção aos acionistas minoritários;
  • Remuneração dos Administradores;
  •  Responsabilidade social corporativa e ética empresarial;

Diversos artigos têm mostrado a evolução das práticas de governança corporativa no Brasil. Black, Carvalho e Gorga (2009) mostram as práticas de governança que no geral são adotadas pelas empresas listadas na Bovespa. Os resultados dessas pesquisas mostram no geral, que o mercado brasileiro têm adotado melhores práticas de governança, mas ainda há bastante espaço para melhorar. Além disso, esse tema tem sido questionado devido alguns escândalos que têm aparecido em empresas listas em níveis diferenciados de governança da Bolsa de Valores de São Paulo. De qualquer forma, esse assunto tem se tornado cada vez mais importante, pois cada vez mais a demanda por resultados de longo prazo tem aumentado. Portanto, entender mais desse dema é uma necessidade. Para quem tiver interesse em saber mais sobre governança corporativa, acesse:

http://www.ibgc.org.br

Anúncios